quarta-feira, 5 de março de 2014

Aprendendo a vender - Como Começar?

Meu nome é Julliana, tenho 24 anos(quase 25), um filho de 1 aninho, sou casada, faço biscuit (e estou estudando outras técnicas), faço atualmente o curso técnico de Administração pela FAETEC.
Eu sempre trabalhei fora, mas sempre fui apaixonada por artesanato! Fiz curso de Ponto em Cruz e Biscuit, mas só fazia de vez em quando como hobby.
Agora, estou de desempregada e me vejo na missão de fazer dessa uma fonte de renda. E assim como eu, muitas pessoas gostam do artesanato, mas não sabem por onde começar.
Pesquisei muito em vários sites, assisti cursos online, criei uma loja virtual, fiz uma fan page, entrei em grupos, mas ainda não é o suficiente.

Foi quando resolvi criar o blog para registrar minha trajetória e ajudar quem assim como eu, está em busca de uma fonte de renda informal que supra as necessidades de um lar.

Mas vamos ao que interessa.

Como Começar o seu negócio? (no nosso caso artesanato)

Primeiro você precisa estudar o mercado.
Mas o que é Mercado?

"Mercado é o conjunto formado pela relação entre concorrente, fornecedor e consumidor para atender às necessidades deste último."

Mas como eu vou estudar esse mercado?

  1. Qual o seu público alvo?
  2. Qual o perfil dele?
  3. Ele é pessoa Física ou Juridica?
  4. Que necessidades e desejos eles possuem?
  5. Quem são seus concorrentes?
  6. Quem são seus fornecedores?
Respondendo a estas perguntas você já estará um passo a frente.

Agora que você já conhece o mercado, vamos entender quais são as necessidades dele e o que você pode oferecer de diferencial.



Primeiro defina seu público alvo. E então trabalhe os itens a seguir com base nele.

  1. O que seu cliente procura?
  2. O que você pode fazer de diferente do seus concorrentes?
  3. Quais facilidades você oferece ao seu cliente?
  4. Como você valoriza seu trabalho?
Precisamos trabalhar em cima de 4 pilares: Os 4Ps.

  1. Produto
  2. Ponto
  3. Preço
  4. Promoção
Primeiro você precisa definir seu produto. O que você vai vender ou fazer. Precisa ser algo de qualidade, e sempre pensar na necessidade do cliente.

Em seguida você pensar no ponto onde vai comercializar/oferecer seu produto. Seja ele ponto comercial ou internet. Este ponto deve ser de fácil acesso e oferecer conforto e comodidade ao seu cliente.

Daí você começa a pensar no preço. Faça uma pesquisa de mercado, veja quanto seu concorrente cobra. Olhe para seu produto, veja se ele é de qualidade, calcule os gastos (quem quiser aprender a calcular preço de artesanato deixe comentário que eu faço um post especialmente para isso), Veja o diferencial do seu produto e o quanto de margem de lucro esse diferencial pode te dar. Pense no cliente, coloque um preço acessível, ou crie opções de produtos com preços menores para atender a um público maior.

Agora vamos a promoção. Como você divulgará seu produto? Quais opções você tem para isso? Você pode divulgar através da internet, no seu bairro, em feiras de artesanato, enfim, as opções são muitas...

A maneira como você expõe seu produto faz toda diferença na hora de vender. Um bom acabamento e uma foto bem tirada, podem ser a fina linha entre o cliente, visualizar ou comprar o seu produto.

Então capriche e boas vendas!

Até amanhã!

4 comentários:

  1. então to super indecisa quanto a buscar somente um seguimento pra trabalhar, faço muitas coisas e acho que é viável ter foco e encontrar o público alvo, mas quanta indecisão viuuu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Jack, fiz esse post pensando exatamente nisso. Tenho uma grande dificuldade pra definir meu publico alvo. Mas vou conseguir.

      Excluir
  2. Parabéns...estou gostando dos teus posts...mesmo que ninguém comente, continue...a maioria tem preguiça de escrever, mas a gente sempre precisa de um afago para continuar, certo?
    Então aqui está o meu afago...não sei ha quanto tempo você esta escrevendo, mas continue. Este briefing está super bem explicado! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Barbara. As vezes um afago faz toda a diferença...
      Que bom saber que estou sendo útil pra alguém!

      Excluir